Home/ Destaques/ Compartilhar de possvel ter lucro fazendo a coisa certa

possvel ter lucro fazendo a coisa certa


 
Descrição da Imagem: Franscico Palacio em entrevista com Regina Ramalho. Fim da DescriçãoPublicado: 15-716
Texto: Regina Ramalho
Foto: Edi Sousa. 

 

 
A equipe de jornalismo do Pr Trabalhado vai iniciar uma srie de reportagens que provam que possvel investir na capacitação de Pessoas com Deficiência (PCDs) e ainda gerar um impacto que alia lucro a ganhos sociais.
 
Nesta primeira matria vamos entender primeiro um pouco mais sobre este cenrio. Atualmente 45 milhões de pessoas no Brasil possuem algum tipo de impedimento de longo prazo de natureza fsica, mental, intelectual ou sensorial. 
O que poucas pessoas sabem, que uma parte significativa dos PCDs, não nasceram com deficiência. Estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU) e dados do IBGE (2000) dividem as causas em dois tipos: As congênitas (o individuo que nasce com limitações) ou adquiridas (os indivduos adquirem limitações). 
 
 
 
56% das deficiências são adquiridas em razão do aumento da violência urbana. Sendo uma mdia de 46% por acidentes com armas de fogo, 30% trânsito e 24% outros (fonte I.SOCIAl)
 
Deficiência adquirida foi o que aconteceu com o desenhista projetista Francisco Antonio Antunes Palacio, que sofreu um acidente de moto e depois ficou cego em razão de uma reação alrgica a um medicamento utilizado em seu tratamento que queimou suaretina. Palacio participa do programa de reabilitação profissional da ADEVA e conversou com o Pr Trabalhador. 
 
 “Vou a academia, danço, saio para tomar minhas caipiroscas... Faço tudo normal sem barreiras e sem fronteiras”, conta.  Com ajuda de um software que lê as telas e de duas marquinhas no teclado, Palacio e seus colegas do curso apreendem a utilizar o windows 10 (Assista a entrevista completa com Palacio no canal do Pr Trabalhador no Youtube). 
 
Para o presidente da ADEVA, Markiano Charan Filho: “O trabalho a principal ferramenta de inclusão da Pessoa com Deficiência na sociedade para o pleno exerccio da cidadania”, explica. Descrição da imagem: Markiano Filho em entrevista com Regina Ramalho. Fim da descrição.
 
O presidente conta que muito comum os empresrios chegarem a instituição como se estivesse em frente a uma pastelaria e querem o profissional j pronto para o mercado de trabalho. Fato que dificilmente ocorre, porque existe no mercado o que ele chama de: ‘demanda reprimida’.
 
“Porque financiar um curso de inglês ou MBI para outras pessoas considerado investimento e custear a capacitação de pessoas com deficiência considerado despesa?”, questiona Markiano. 
 
“Os seres humanos não utilizam a visão, para mais da metade das suas ações, por isso, mesmo perdendo a visão a pessoa com deficiência visual capacitada, ainda pode contribuir e muito para sociedade inclusive ajudando a trazer lucro, se ela receber capacitação profissional”, esclarece.  
 
Descrição da Imagem: Claudio Rezende coordenador da Grfica da ADEVA mostra como ficam os cartões de visita em Braille. Fim da Descrição.Outro ponto alto da visita a instituição foi conhecer um outro ‘nicho de mercado’ ainda pouco explorado por empresrios a Grfica em Braille
 
A grfica da ADEVA imprime cartões de visita conforme o designer solicitado e com os pontos mais relevantes, destacados em Braille. Exemplo: Nome e telefone ou Nome e e-mail. Em media são impressas 4 linhas at 14 caracteres (em Baille).
A equipe do Pr Trabalhador questionou o coordenador da grfica, Cludio Rezende sobre os custos de impressão e recebeu a seguinte dica: 
 
“Quem não tiver condição de fazer todos os cartões, deste modo pode optar por fazer 5% ou 10% do total usual em Braille e j estar dando sua colaboração para uma sociedade mais inclusiva”. 
Rezende explica que tambm possvel produzir outros matrias em Braille: cardpios, folders, calendrios, guias, cartilhas, manuais, etc.  
 
“Sua criatividade e investimento neste tipo de material de comunicação podem atrair um pblico de consumidores para o seu serviço ou produto que ainda pouco atendido no mercado, o que pode significar mais lucro pra o seu negcio”, diz. Descrição da Imagem: Alfabeto, Calendrio e guia de empresa de aviação em Braille. Fim da Descrição.
 
 
Nas prximas semanas vamos trazer histrias de empresas e empresrios que investem na pessoa com deficiência e ainda por cima alcançam lucro. 
Assista outra parte da entrevista com Markiano e outros membros da ADEVA no canal do Pr Trabalhador no Youtube
 
Sobre ADEVA:
Com o objetivo de capacitar e incluir pessoas no mercado trabalho, a instituição pioneira na ampliação de: livros, cartilhas e apostilhas. 
Auxiliou na produção de 5 mil CDSs em udio sobre os direitos das pessoas com deficiência, mil tabelas de jogos para Copa de 2014 em braille e fonte ampliada, ministra palestras sobre inclusão, doenças dos olhos e prevenção da cegueira. 
Serviços podem ser visto clicando: Aqui 
 
Descrição da Imagem: Cardpio em Braille. Fim da Descrição