Home/ Editorias/ Empreendedorismo/ Para que haja comunicao necessrio ao. 14

Para que haja comunicação necessrio ação.

Regina Ramalho141
 
Essa semana a gestora de comunicação, Regina Ramalho afirma: “Para que haja comunicação necessrio que exista uma ação real e caso desperte o interesse da sociedade, condições de atender bem o pblico”. 
 
Publicado: 11/08/15
Foto: Edi Sousa e Nalva Lima Studio Artes
Colunista: Regina Ramalho, jornalista, jurista, cerimonialista e gestora especializada em comunicação estratgica e construção de imagens.
 
Recentemente durante uma entrevista de apuração para matria do Pr Trabalhador, o entrevistado cutucou um colega assessor na minha frente cobrando visibilidade para a instituição. 
A parte boa, que apesar da provocação, o assessorado parecia saber e reconhecer a importância da comunicação para sua organização. 
 
A parte ruim que por falta de verba e fase reestruturação o rgão não estava com ações organizadas e em andamento para valer a provocação na mdia e atrair o interesse e a busca do pblico. 
 
Para variar não resisti e sai em defesa da colega jornalista. Questionei  sobre os projetos, sobre os recursos, sobre as condições de atender a demanda... 
 
Durante a entrevista ficou claro que eles apesar de bem intencionados não tinham condições de anteder uma possvel demanda em razão da publicação da matria. 
Por isso, em consenso opinamos por fazer uma pauta que falasse sobre os projetos e da busca de novos parceiros e investimentos para instituição. 
 
Moral da histria: Fazer barulho na mdia sem ter uma ação efetiva ou condições de atendimento da demanda ’ tiro no prprio p’. Por isso, sempre bom lembrar que: comunicação requer ação e condições de atendimento a possvel procura.
 
At a prxima coluna!
 
Outras informações:
www.anigercomunicacao.com.br
11-4328-9551