Home/ Editorias/ Empreendedorismo/ Um degrau de cada vez 31

Um degrau de cada vez

Na coluna do professor Wanderley Junior, desta semana, vai um alerta para quem quer fazer carreira, mas da forma certa ‘degrau por degrau’: “Cuidado para não fazer papel de monge recluso nem de parecer um pavão desvairado”, recomenda o professor.
 
Wanderley 2016Publicado 16/10/14
Colunista-Wanderley Rodrigues Junior
Foto-Edi Sousa e Nalva Lima
 
O artigo desta semana ser diretamente a você colaborador que, por manter acesa a chama de seus sonhos, tambm um empreendedor nato.
Em qualquer que seja a sua função hoje exercida, esteja pronto para aquilo que você mesmo se propôs a fazer. E faça com afinco, determinação, vontade e, principalmente, amor.
 
Não queira impressionar o seu patrão tentando extrapolar os seus prprios limites. O montanhista s escolhe a corda perfeita para a sua escalada aventureira porque ele conhece os instrumentos que tem sua disposição e domina o assunto. O simples aventureiro corre o risco de ter a sua corda rompida no primeiro grande desafio.
 
Trocando em midos: não assuma responsabilidade que não seja sua! Não queira impressionar o patrão, tentando assumir trabalhos aos quais você não esteja ainda preparado ou que nunca os tenha feito antes, sem sequer ter pesquisado ou compartilhado quaisquer tipos de informações.
 
Não estou querendo dizer que você tem que morrer na mesma função com que fora admitido. Não isso.
A evolução profissional tem que ser sempre alvo de contnua motivação. Mas com ponderação. A paciência em aprender etapas e aguardar por conclusões de processos são itens obrigatrios nesta matria da escola profissional. À medida que for aprendendo, subindo um degrauzinho de conhecimento de cada vez, aplique-se, empenhe-se e, da sim, mostre serviço. Não se atropele!
 
Mais vale aguardar e treinar a paciência pela chegada do momento certo em querer impressionar o patrão com um trabalho de qualidade e com responsabilidade do que tentar impression-lo e provocar uma saraivada de erros e imprudências que s ajudarão a construir uma imagem negativa ou destruir o que restava de bom.
 
J vi muitas pessoas perderem oportunidades por não saberem esperar, por acharem que estavam preparadas completamente. Caram amarradas no prprio sentimento de soberba e falta de humildade.
 
Quer correr rumo ao sucesso? Quer evoluir de verdade e ter o devido reconhecimento? Paciência em aprender; saiba ouvir mais e falar menos; faça o que se foi proposto com amor e motivação; encare as responsabilidades que lhe cabem e assuma a alegria de um trabalho muito bem feito.