Home/ Editorias/ Empreendedorismo/ O corpo empreende 33

O corpo empreende

‘O corpo fala’! Na coluna sobre empreendedorismo do professor Wanderley, confira as dicas e avalie se suas expressões corporais estão de acordo com a mensagem que você deseja transmitir para os clientes e nas negociações com parceiros e fornecedores. 
 
Wanderley 2016Publicado-07/11/14
Colunista-Wanderley Rodrigues Junior, bacharel em Letras/Tradutor/Intrprete, coordenador pedaggico da Academia de Microfinanças do Banco São Paulo Confia, realizando cerca de 27 mil capacitações em Empreendedorismo, Microfinanças e Marketing Pessoal. Atualmente ministra palestras sobre Empreendedorismo, Marketing Pessoal e Lngua Portuguesa para concursos pblicos.
Foto-Edi Souza e Nalva Lima
 
Muitos j ouviram (ou at leram) sobre a influência e a importância dos movimentos de nosso corpo enquanto nos comunicamos. A seguir, seis ponderações importantes para que sejam observadas durante uma negociação, reunião importante ou tratativas com colaboradores.
 
1. Braços cruzados e expressão facial, com sorriso não tão largo, poderão ajudar a demonstrar certo poder e determinação naquilo que se discute ou se pensa, durante conversas nas quais você se encontrar em p. uma pose clssica de confiança e que expressa poder. “ possvel que, quando você fingir ser poderoso, seja mais provvel que você se sinta mais poderoso na realidade”, Amy Cuddy, psiclogo social, pesquisador da linguagem corporal.
 
2. Demonstrar que est de acordo ou simplesmente em sintonia com a pessoa com quem você esteja conversando, gera uma aproximação positiva. Portanto, tentar imitar (ou aproximar-se disso) a gestualidade com quem se fala, poder gerar uma resposta positiva quilo que se espera. Mas v com cuidado! O importante ser natural e você mesmo.  Evite os abusos e a artificialidade.
 
3. Um ponto muito importante e de extrema valorização durante uma conversa de negcios, principalmente se futuramente poder vir como rentabilidade a você, demonstrar interesse na conversa. Deixar os braços livres, olhar diretamente na pessoa e pelo menos acenar com a cabeça de vez em quando, mostrar claramente que você est disposto a ouvir a proposta, que est prestando atenção e aberto a negociações.
 
4. Manter um olhar positivo e em direção pessoa, durante uma conversa, demonstra genuinamente que você est interessado na discussão. Por outro lado, evite manter os olhos cerrados por certo tempo, isto pode ser interpretado como certo desinteresse e at como agressividade. O bocejo tambm soa terrivelmente negativo. Não se esqueça de que um sorriso sempre bem-vindo. A demonstração de se estar em alto astral ajuda a deixar o ambiente descontrado, reduzindo o estresse e o nervosismo.
 
5. Não bom e agradvel manter uma conversa com quem esteja vontade conosco? Pernas descruzadas e deixar os braços e mãos livres para se gesticular com moderação indcio de calma, descontração e tranquilidade na conversa, alm de fazer parecer que você est realmente atento ao que o outro diz.
 
6. Ser claro nas palavras, no que se diz, essencial para a fluência de um bom dilogo, principalmente quando se trata de negcios. Antes da reunião tente conhecer um pouco mais sobre a pessoa (ou a empresa) com quem vai se encontrar. A internet hoje uma fonte inesgotvel de informações que lhe fornecer o material necessrio para o enriquecimento de argumentos e prerrogativas durante uma reunião. Apenas concordar e respostas curtas indcio de despreparo e desinteresse. E evite falar mais que o necessrio e devido. Forçar algo que não se domina pode criar armadilhas para você mesmo. Uma outra dica falar pausadamente e com calma, assim não h engasgos, palavras cortadas ou gagueira repentina. A fluência na vez da emissão do falante essencial para que o ouvinte entenda perfeitamente as propostas e crie confiabilidade no que est sendo exposto.
 
Como dizem “o corpo fala”... mas tambm empreende.