Home/ Editorias/ Empreendedorismo/ Perder, recuperar ou manter? (2 parte) 44

Perder, recuperar ou manter? (2 parte)

Atitude, profundo conhecimento sobre o produto, aprimoramento constantes. Você e sua equipe de vendas e atendimento atendem a esses critrios? Se a resposta for sim, parabns sua empresa j deve ser um sucesso. Se a resposta for não, melhor ler o artigo e rapidinho buscar alternativas para solucionar as questões. Confira as dicas do professor Wanderley Rodrigues Junior.  
 
Wanderley 2016Publicado-26-02-15
Colunista-Wanderley Rodrigues Junior, bacharel em Letras, tradutor e intrprete, coordenou a Academia de Micro-finanças do Banco São Paulo Confia, realizou cerca de 27 mil capacitações em empreendedorismo, micro-finanças e marketing pessoal. Atualmente ministra palestras sobre empreendedorismo, marketing Pessoal e lngua portuguesa para concursos pblicos.
Foto- Edi Souza e Nalva Lima
 
De que adianta ter conhecimento sobre um produto e estar hbil a comercializ-lo se não houver atitude por parte do amigo empreendedor? 
Com certeza, imprescindvel saber o que se comercializa, a sua utilização, caractersticas bsicas e especificações um pouco mais tcnicas. 
 
O cliente, por sua vez, um ser cuja curiosidade anda sempre aguçada e lançar as mais inusitadas perguntas a respeito de certo produto ofertado. O pronto-atendimento, com excelência em qualidade, neste caso, ser baseado simplesmente em informação adquirida tanto pelo proprietrio do comrcio como pelo colaborador. 
 
Uma resposta bem formulada, clara e com a devida atenção ao cliente poder fazer com que ele acabe comprando outras mercadorias e at garantindo um retorno em breve. Isso sem falar nas indicações que ele poder fazer por conta.
Investir e motivar funcionrios a reciclagens, cursos, visitações a fornecedores e fbricas são meios para que todo conhecimento seja aprimorado.
 
certo que passar uma mensagem clara e especfica ao cliente requer não s habilidade, mas treino. Ningum se torna hbil em algo sem treino, a não ser que nasça com aptidão para determinada função e trabalho. Por isso treinamentos peridicos são necessrios e muito bem-vindos como fator agregador produtividade de colaboradores. 
 
A visão sobre habilidade não pode ficar restrita a apenas sobre maneiras de arguição e comportamento. A sensibilidade faz parte das habilidades de quem est no comrcio. 
 
Existem clientes que adentram ao estabelecimento sem saberem ao certo por que entraram. Mas certo que podem sair de l com uma ou duas sacolas. 
Estar hbil em sentir o que o cliente deseja algo sutil que se desenvolve durante o primeiro contato, recepcionando-o. Logo nas primeiras frases, h de se perceber o que ele realmente procura: apenas informação, algo para uma terceira pessoa ou para ele mesmo, gosto, preço, etc.
 
Estando o colaborador hbil nesta percepção imediata, a venda certa uma vez que o mesmo começar a colocar qualidades e pontos positivos a favor do cliente. Afinal, quem não gosta de um elogio, de um reconhecimento, não mesmo?
 
Mas reparem que h de se chegar ao cliente de forma educada, amena, agradvel, sem imposições. A cordialidade fundamental.
Ter atitude não significa impor-se, quase que obrigar o cliente a consumir, levar o que não quer. Ele at pode fazê-lo, mas ali não voltar mais.
 
Atitude ser proativo, sair da posição de esttua e tornar-se um ser prestativo, que esteja demonstrando atenção e valor ao cliente desde a sua chegada at a sua partida. Que imagem de interesseiro(a) se forma quando a atenção dada somente no ato da venda e depois nem um “at breve” dispensado ao mesmo cliente. Ou quer dizer que s lhe interessava ser simptico enquanto o cliente comprava e depois ele se torna um ser totalmente descartvel. Situação no mnimo estranha, um climão!
 
Quanto ao empreendedor, atitude em reconhecer o esforço de um funcionrio, bem como repreendê-lo com polidez e aprendizagem. A crtica deve ser sempre construtiva para a evolução não s dele, mas do empreendimento como um todo. Atitude em tomar a frente com decisões com base em percepções emergenciais nos negcios sempre uma habilidade em exerccio.
 
Que tal começarmos tentando conhecer a si mesmo, desenvolvendo a habilidade de empreender com qualidade, dedicação e amplitude de visão?