Home/ Editorias/ Empreendedorismo/ Zumbilndia Corporativa 72

Zumbilândia Corporativa

Essa semana a reflexão proposta pelo professor de empreendedorismo Wanderley Rodrigues Junior : “Ser que seu empreendimento necessita de continuar com uma zumbilândia? Ser que o trabalho em sua empresa implica em movimentos que não necessitam de pensamentos novos e participações diretas?” (Confira). 
 
Publicado: 10/09/15
 
Colunista: Wanderley Rodrigues Junior, bacharel em Letras,  Tradutor e Intrprete, coordenou a Academia de Microfinanças do Banco São Paulo Confia, realizou cerca de 27 mil capacitações em empreendedorismo, microfinanças e marketing pessoal. Atualmente realiza palestras sobre empreendedorismo e marketing  pessoal e ministra  Lngua Portuguesa para candidatos a concursos pblicos.
Foto: Edi Souza e Nalva Lima
 
A situação do empreendimento est estvel ou superando mais uma vez as expectativas, propostas de boas e compensadoras parcerias chegam quase todos os dias... Tudo perfeito, não?
 
Wanderley 2016Os nmeros podem estar timos, mas e o teor humano de sua empresa como anda? Você j empregou alguns minutos de seu tempo para tentar sentir e avaliar como tem trabalhado o seu colaborador? Não estou dizendo para resgatar as planilhas de produtividade e de qualidade, não. Apenas se você, empreendedor, est atento humanização de quem est mais prximo a você todos os dias. Mas que processo esse?
 
Muitas vezes o RH da empresa faz um excelente trabalho de levantamento de dados sobre a satisfação dos colaboradores, exibe os resultados e elabora e expõe cartazes de agradecimento equipe pela cumplicidade profissional e parceria. No entanto, o clima de insatisfação ainda pode ser sentido no ar a distância. Como pode?!
Se se quer avaliar a satisfação de um funcionrio, seu real apreço pela empresa e começar a fazer uma anlise do que e em que se pode melhorar, enturme-se, misture-se!
 
Planilhas e nmeros não têm cara, não apresentam expressões faciais. A melhor percepção ainda o olho no olho. Não adianta comedir situações alegando que a empresa oferece salrios acima dos ofertados no mercado, que h muitos benefcios diferenciados na empresa, etc., se o funcionrio anda pelos cantos da empresa ou at mesmo este espera chegar em casa para que despeje um caminhão de reclamações e insatisfações dirias de onde trabalha.
 
Pesquisa recentemente levantada por algumas importantes consultorias em RH de São Paulo constataram que 76% dos colaboradores, mesmo com altos salrios e timos benefcios incorporados, prosseguem insatisfeitos e enfadonhos, tristes com a sua atual situação profissional.
Est se vendo uma crescente origem de uma nova espcie de funcionrio: os zumbis. Seres que apenas usam o crebro para executar aquilo que são ordenados, impedidos de veicular os seus pensamentos e restrição de suas atitudes, devem seguir rigorosamente as normas da empresa, submetidos ao automtico registro digital de entrada e sada, cumpridores de prazos e mantedores de um relacionamento ntimo com os seus terminais telefônicos e de computadores.
 
Como esperar uma reação deste tipo de funcionrio sem que ele tema “sair fora da linha”? A iniciativa deve vir de cima, dos gestores tomando decisões mais inteligentes e menos automticas e robotizadas.
Atitudes simples e extremamente econômicas podem ser tomadas: mude o seu ambiente de trabalho, troque mesas de lugar, v at a copa para tomar o seu cafezinho, combine almoçar com um grupo ou outro de funcionrios para que vejam e sintam esta aproximação. Mas v com calma!
 
Mudanças muito bruscas de comportamento de uma chefia podem causar efeito contrrio ao que se espera. A desconfiança pode, de repente, tentar se fazer mais presente e slida do que a descontração e a tentativa de se querer quebrar o gelo.
 
O processo deve ser natural. Coloque-se no lugar de algum que esteja em seu primeiro dia de trabalho, tente puxar conversas descontradas e sem interesse focado, deve-se primar por assuntos aleatrios e sem vnculo com o ambiente de trabalho. o iniciar de uma pgina nova de Facebook agregando novos contatos e amigos, s que em uma versão real.
 
E, quando esses novos contatos começarem a trocar informações, a hora de se perceber onde exatamente estão as dificuldades, as origens que negativam este ambiente, afinal de contas eles começarão a se soltar mais. A partir disso ações devem ser rapidamente tomadas para que a harmonia, a alegria e a motivação profissional voltem a todos e se espalhem de forma contagiante e natural.
 
Ser que seu empreendimento necessita de continuar com uma zumbilândia? Ser que o trabalho em sua empresa implica em movimentos que não necessitam de pensamentos novos e participações diretas?
 
Lembre-se de que em um campo s haver muitas flores se houver um terreno frtil e acessvel aos raios de um sol caloroso e energtico.