Home/ Editorias/ Empreendedorismo/ Inovao delivery (parte 2) 83

Inovação delivery (parte 2)

Assim como os dinossauros que mencionei em artigo anterior, grandes empreendimentos aparecem a todo momento e entram em extinção rapidamente, não por terem sido mal conduzidos ou gerenciados, mas por não terem sido ousados em inovar.
 
Retomando a citação dos bolos caseiros, paletas mexicanas e “food-trucks” que entram no mesmo processo de surgimento, o do modismo e do empreender de maneira fcil e veloz, deveriam tomar como lição os porquês do desaparecimento dos Tiranossauros Rex das expressões de amor e paixão das telemensagens.
 
Wanderley 2016Segmentos na rea da alimentação que abrem portas a cada quarteirão em um mesmo bairro muitas vezes. Mas haver um pblico fiel e faminto que continue na mesma velocidade de consumismo desses produtos? E por quanto tempo mais?
A inovação j se faz necessria.
 
Alguns empreendedores j estão se antecipando se valendo da poca de final de ano e temas natalinos para promoveram novidades nas vendas. Mas devo lembrar que um perodo que passa rpido tambm e depois?
 
Inventar novos produtos, ousar em sabores e formatos uma sada inusitada. Mas mais inusitada a surpresa no bom atendimento.
Quantos estão se predispondo a aceitar pedidos por telefone, por email ou chat, por exemplo? O consumidor quer qualidade mas tambm deseja comodidade. Aquilo que estiver mais fcil e ao alcance de suas mãos o que prevalecer no “ranking” da concorrência. 
 
Dos famosos carros da pamonha nasceram o carros do padeiro, dos ovos frescos e das uvas. Por que não delivery de bolos e paletas mexicanas? Por que não inovar em acomodações conjugadas nos “food-trucks”? Uma msica ao vivo, s sextas-feiras, acompanharia muito bem um cachorro-quente com molho especial e uma batatinha frita salpicada com bacon.
O inovar o acompanhamento necessrio e constante para que se sobreviva empreendendo neste mundo onde o que novo j se nasce velho.