Home/ Editorias/ Sindical/ "Dia do Tcnico de Segurana do Trabalho"

“Dia do Tcnico de Segurança do Trabalho”

 
Descrição de imagem: Foto do evento do “Dia do Tcnico de Segurança do Trabalho”, onde h varias pessos sentadas e uma em p com microfone na mão. Fim da descrição de imagem
“Tirando o “S” da Crise” foi tema escolhido pelo Sindicato dos Tcnicos de Segurança no Trabalho no Estado de São Paulo (Sintesp), para comemoração do “Dia do Tcnico de Segurança do Trabalho”, no hotel Marab, SP.  Confira o perfil da profissão e tambm de que maneira a “Crise” est ameaçando a segurança do trabalhador. 

Publicado: 27/11/15
Texto: Regina Ramalho 
Foto: Edi Sousa Studio Artes.
 
“Tirando o “S” da Crise” foi tema escolhido pelo Sindicato dos Tcnicos de Segurança no Trabalho no Estado de São Paulo (Sintesp), para comemoração do “Dia do Tcnico de Segurança do Trabalho”, no hotel Marab, SP.  
 
Quando se tira a letra “S” da palavra crise, fica: “Crie” e criatividade, perseverança e amor ao semelhante, são caractersticas marcantes de quem optou por abraçar a profissão de “Tcnico de Segurança”.
 
A servidora da Prefeitura de São Caetano do Sul, Clia Ramon, h 23 anos, passou os 15 ltimos anos se dedicando a CIPA e desenvolveu um trabalho com 45 CIPAs municipais. 
 Descrição de imagem Clia Ramon, servidora publica h 23 anos, esta de cabelos presos e usando uma blusa azul. Fim da descrição de imagem
“Estou estudando para me tornar Tcnica Segurança no Trabalho, pois minha meta agora adquirir o mximo de conhecimento que puder para contribuir na continuidade dos trabalhos de prevenção, independente de quem esteja da gestão do municpio”, diz. “Não podemos deixar o trabalho de prevenção parar, independente da resistência da chefia e o conhecimento o melhor aliado para alcançar todas as metas”, afirma Clia. 
 Descrição de imagem: Gesiel Nougueira Costa,  Tcnico de Segurança, esta vestindo uma blusa bege e com expressão de estar prestando atenção no evento. Fim da descrição de imagem
Gesiel Nougueira Costa, Tcnico de Segurança, no setor hospitalar h 8 anos e explicou para a equipe do Pr Trabalhador que a crise que pas est enfrentando j começa a ameaçar vrios avanços conquistados pela categoria. 
 
“Alm da diminuição de recursos para o investimento em polticas e profissionais de prevenção, começam a ocorrer ameaça de cortes”, explica Costa. “Recentemente ouvi que s não mexeram com o setor de segurança, porque a legislação, não permitia”, desabafa. 
 Descrição de imagem: João da Mata Fernandes, veio do ramo grfico e ficou deficiente em razão do trabalho, veste uma blusa branca. Fim da descrição de imagem
João da Mata Fernandes, veio do ramo grfico e ficou deficiente em razão do trabalho, adquirindo Ler Dort, por executar um trabalho repetitivo. Fernandes jornalista, tem formação como Tcnico Segurança no trabalho e milita na defesa da vida. 
 
“Participo de vrios grupos de discussão sobre o tema e vim em busca de outras informações sobre prevenção”, conta. 
 
O presidente do Sintesp Marcos Antonio de Almeida Ribeiro (Marquinhos), explicou: que faz parte do perfil do profissional Tcnico de Segurança, habilidades como: falar em pblico, segurança na transmissão da informação, responsabilidade com o social e a sade do trabalhador. Tambm deixou um recado emocionado aos profissionais presentes: 
 
“Mesmo que a chefia tente te impedir de exercer sua profissão ou de ganhar dinheiro na terra, ainda tem o salrio do cu, pois temos a missão de zelar pela vida”, afirma o presidente. 
 
Outras informações:
http://www.sintesp.org.br/