Home/ Editorias/ Diversidade/ 24 Aniversrio da Lei de Cotas (Lei N 8213/91) em So Paulo

24 Aniversrio da Lei de Cotas (Lei N 8213/91) em São Paulo

 
Descrição de Imagem: Banner do Evento de inclusão social e trabalho decente e logo a frente Carlos Eduardo Viviani, cadeirante, sorrindo, e segurando com orgulho seu livro com o tema Sem Limites. Fim da Descrição de Imagem
 
O 24 Aniversrio da Lei de Cotas foi comemorado hoje em São Paulo, na Praça da Árvore, com muita festa e a presença de pessoas com os mais diversos tipos de deficiência, autoridades pblicas e lideranças do movimento sindical. O destaque vai para a histria de superação do escritor e poeta Carlos Eduardo Viviani. 
 
 
Publicado: 24/07/15
Texto: Regina Ramalho 
Foto: Edi Sousa Studio Artes. 
 
 O vão livre da Praça das Artes, na Avenida São João, 281 em São Paulo, ficou pequeno para abrigar a diversidade de pessoas dos mais diversos seguimentos pblicos e privados que juntas comemorarão o 24 Aniversrio da Lei de Cotas.
 
Entre informações sobre inclusão, trocas de experiências, vrias programações artsticas, encontro de amigos e militâncias. Encontramos a histria de vida e superação do escritor e poeta Carlos Eduardo Viviani. 
 
Carlos que j est em seu terceiro livro, este com o ttulo bem oportuno para tambm contarmos a sua histria: “Sem Limites”. Carlos conta que escrever um dom divino que Deus o presenteou e o ato de escrever o que o liberta e faz voar. 
 
“Escrevo desde meus 14 anos”, conta Carlos. Curiosa e sem conseguir entender como mesmo sendo cadeirante e possuindo as mãos atrofiadas, Carlos podia ter escrito as três obras, pergunto a ele se contou com algum para escrever as histrias. 
 
O poeta que por diversas vezes j deve ter se deparado com a cara de espanto de tantas outras pessoas, abre um sorriso e me explica. 
Descrição de Imagem: Regina Ramalho, autora do Pr Trabalhador e Carlos Eduardo Viviani, Carlos esta ao lado de Regina mostrando seu livro e contando sua histria de superação. Fim da Descrição
 
“Minha vontade de escrever era tanta que mesmo tendo estudado somente at a terceira srie, me debruçava no chão e com um lpis colocava  no papel todos os meus pensamentos”, diz 
 
Outro sorriso e agora com satisfação Carlos continua: “Mas agora não mais assim, este livro eu j fiz no computador”, explica. 
 
Quero saber mais sobre a vida do nosso sorridente poeta e pergunto sobre sua famlia, sua vida, onde mora. 
 
“Tenho 39 anos e desde os 31 eu moro em um colgio interno em Cotia, não tenho mais meus pais, s irmãos, mas não os vejo”, conta.
Descrição de Imagem: Carlos Eduardo Viviani est rindo com seu livro . Fim da Descrição
 
Ao perceber meu semblante pensativo, Carlos não deixa o padrão alegre da conversa cair e diz: “Hoje minha famlia muito maior, todos são minha famlia, você minha famlia, os amigos que faço são minha famlia”. 
 
Com mais est lição de Carlos eu encerro a matria especial de hoje, com o poeta, escritor e palestrante Carlos Eduardo Viviani.   Lembrando o que j levantamos em matria publicada no começo desta semana:
 
1. H pessoas com deficiência em nmero suficiente para ocupar as vagas previstas na lei de cotas.
  
2. A formação das pessoas com deficiência compatvel com as necessidades do mercado de trabalho.
 
3. O Benefcio de Prestação Continuada – BPC não impeditivo para ocupação das vagas da lei de cotas.
 
4. Riscos no trabalho não são proibitivos para o acesso de pessoas com deficiência.
 
5. possvel garantir a qualidade da inclusão de pessoas com deficiência no trabalho.
 
 
Entre as pessoas pblicas prestigiaram o evento, Gilberto Frachetta, do Conselho Municipal da Pessoa Com Deficiência, Flvio Henrique de Souza do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONADE) da CUT, Dr Vera Lucia Carlos, do Ministrio Pblico do Trabalho, Tuca Munhoz, secretrio adjunto municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, coordenado do Espaço da Cidadania, Carlos Aparcio Clemente entre outros. 
 
 
Outras informações:
 
 http://www.ecidadania.org.br/
 
www.facebook.com/carlos.eduardoviviani