Home/ Editorias/ Sindical/ Acontece nesta quarta-feira a 8 Marcha da Classe Trabalhadora

Acontece nesta quarta-feira a 8 Marcha da Classe Trabalhadora

O evento reuniu no ltimo ano em Braslia 50 mil trabalhadores. Centrais fazem apelo imprensa: “Estamos fazendo tudo dentro da lei e de forma organizada, então ao invs de pedir a população para desviar das ruas, ajudem a informar que s temos direitos hoje em razão das manifestações de classe e isso não teria acontecido sem termos idos para as ruas protestar”, solicita o secretrio da CUT. 
 
Publicado: 07/04/14
Texto: Da redação do Pr Trabalhador
Fonte: Assessorias CUT, Força Sindical e UGT.
Fotos:  Aniger Comunicação 
 
Na prxima quarta-feira, dia 09, acontece a 8 Marcha da Classe Trabalhadora “Por mais direitos e qualidade de vida”, a coletiva para a organização do ato pblico, aconteceu hoje, na sede UGT-SP. 
 
Explanação dos presidentes- 
 
A proposta foi apresentada para os jornalistas presentes por representantes das centrais sindicais. O presidente da UGT, Ricardo Patah abriu os trabalhos ressaltando a importância da unidade sindical. 
 
“A unidade das centrais contribui para fortalecer as propostas e para garantir a manutenção dos empregos, principalmente no comercio, sem falar em outros itens como o Fator Previdencirio que prejudica principalmente quem vai se aposentar”, ressalta Patah. 
 
O presidente da CGTB, Ubiraci Dantas cobrou polticas de contenção ao crescente desemprego. 
 
“Não pode deixar o desemprego caminhar pelo pas, para depois tentar tomar providências,   preciso agir logo”, pontou Dantas. 
 
O presidente da Força Sindical, Miguel Torres, chamou a atenção para as tentativas do governo de mudar a formar de aumentar o salrio. 
 
“Não podemos deixar o governo mexer na frmula de valorização do salrio mnimo, isso oneraria ainda mais o trabalhador”, explicou Torres. 
 
Para o presidente da NCST, Jos Calixto Ramos, entre diversos pontos levantados destacou a necessidade da promoção das reformas agrria e agrcola. 
 
“O governo fez uma serie de reuniões, mas não apontou para um entendimento sobre as reformas agrrias e agrcolas”, reivindicou Calixto.
 
Adilson Araujo, presidente da CTB, falou sobre as expectativas e possibilidades de melhorias em razão da Copa do Mundo. 
 
“Não tnhamos expectativas que os problemas do pas fossem ser solucionados com a Copa do Mundo, mas que coisas positivas fossem acontecer. O Brasil não pode abrir mão de capitalizar com a Copa, mesmo diante desta crise que enfrentamos”, Araujo.
 
A CUT foi representada por seu secretrio geral, Srgio Nobre, que defendeu o fato de comparado a outros pases em desenvolvimento o Brasil estar crescendo. 
 
“O Brasil est crescendo porque achou o caminho para a diminuição da pobreza”, afirma. “Vamos para rua não contra ningum, mas na defesa de bandeiras da classe trabalhadora”, coloca Nobre. 
 
O evento foi finalizado com a exposição de Nobre que fez um apelo em nome das centrais imprensa presente. 
 
“Estamos fazendo tudo dentro da lei e de forma organizada, então ao invs de pedir a população para desviar das ruas, ajudem a informar que s temos direitos hoje em razão das manifestações de classe e isso não teria acontecido sem termos idos para as ruas protestar”, finalizou o secretrio. 
 
Pauta de 2014-
 
Manutenção da poltica de valorização do Salrio Mnimo;
Redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem redução de salrio;
Fim do Fator Previdencirio;
10% do PIB para a Educação;
10% do Orçamento da União pra Sade;
Reforma Agrria e Agrcola;
Regulamentação da Convenção 151 da OIT (Negociação Coletiva no Setor Pblico);
Combate demissão imotivada, com a aprovação da Convenção 158 da OIT;
Igualdade de oportunidades e de salrios entre homens e mulheres;
Valorização das aposentadorias;
Redução dos juros e do supervit primrio;
Correção e progressividade da tabela do Imposto de Renda (IRPF);
Não ao PL 4.330 da terceirização;
Transporte pblico de qualidade;
Fim dos leilões do petrleo
 
Serviço- 
 
A 8 Marcha da Classe Trabalhadora acontece nesta quarta-feira, dia 09/04.
 
Concentração- Praça da S
Horrio- 10h
Destino- Vão do Masp, na Avenida Paulista- SP.